20 de abril de 2016

Films | Love, Rosie

 
we♥it

Boas Mercuries,
Se calhar nem deram pela minha ausência nestas semanas, pois afinal de contas apenas fiz dois posts para o blog, mas aqui estou eu, a Ana, de volta para vos trazer as minhas reviews básicas e tentar impingir-vos os meus gostos  (Yeeeey). Não, mas a sério, queria pedir desculpa pela minha ausência prolongada, mas acabo por desprezar todas as ideias para posts que tenho e acabo sempre sem nenhuma: a Edna que o diga; mas, alguém muito chato recomendou-me este filme recentemente e gostei tanto que decidi partilhar com vocês. Preparadas para a melhor review cinematográfica das vossas vidas? Vamos a isso.


Fonte: Tumblr
Quando nos imaginamos, no futuro, a encontrar o amor, imaginamos que o nosso par seja alguém conectado a nós de maneira irreversível, única e telepática. Todos imaginamos alguém que, por mais que o destino nos tente separar um do outro, seja atraído de volta para nós por obra do destino (a menos que já tenham encontrado essa pessoa, aí não precisam de imaginar, e se é o caso, mandem-me mensagem privada para o Facebook com a receita do antídoto, por favor).
Bem, o Simplesmente Aconteceu, originalmente intitulado de Love, Rosie é a história de dois melhores amigos de infância que dependiam um do outro para quase tudo, até ao dia em que Alex aceita um convite para ir estudar para Harvard, nos Estados Unidos. Supostamente, Rosie iria estudar com ele, se não *tan tan tan* tivesse descoberto que estava grávida de um rapaz que fugiu a sete pés assim que soube.
A distância que se fez sentir entre eles fez com que os dois amigos se separassem.  Mas, tal como falei no início do post, no final, o destino fez o seu trabalho. O filme foca, também, a forma como Alex vivia um clima de falsa felicidade, enquanto que Rosie, ainda que com a sua vida repleta de imprevistos, vivia uma felicidade genuína, aquela que Alex necessitava e merecia.
Pessoalmente, o Love, Rosie não me desiludiu de todo, fez-me pensar (tal como gosto) e relacionar-me com algumas das situações. O sotaque britânico das personagens também foi um factor que contribuiu para que o filme me cativasse tanto, bem como a evolução de Alex enquanto personagem, que contribuiu bastante para o desenvolvimento da relação cheia de altos e baixos entre ele e a sua melhor amiga.
E, concluindo, vou deixar uma pequena mensagem para os produtores/realizadores/atores/toda a gente que esteve envolvida na produção deste filme:
Love, Ana 
 

Reviewed items (marked as "c/o") were sponsored by the referred brands. The expressed opinions are honest and true.

7 comentários

  1. Parece-me bem! Ando numa de filmes românticos!
    with love, KATE ❤

    ResponderEliminar
  2. Parece um filme fofinho! Tenho que ver <3
    beijinhos, The Fancy Cats

    ResponderEliminar
  3. Encontrar esse alguém é complicado. E pode ser clichê, mas cai do céu quando menos esperamos. Pelo menos foi o que aconteceu comigo. Ainda não vi esse filme (e tenho taaaantos para ver!)

    E o Amor verdadeiro existe ;)

    Love, Marie Roget | Marie Roget Shop

    ResponderEliminar
  4. Olá Edna, podes ver aqui o teu pedido! http://www.bloguerosa.com/2016/04/pedido-sandalias-over-knee-com-tiras.html
    Espero que te tenha ajudado! :D
    Beijinho

    ResponderEliminar
  5. Um dos meus filmes de eleição, adoro tanto!
    :)

    Beijinhos *

    ResponderEliminar
  6. Parece um filme bem agradável...
    Óptima sugestão!
    Beijinhos
    Ana

    ResponderEliminar

♡ Thanks for your comment! ♡ Please write politely and appropriately. All comments are moderated, inappropriate and unnecessary comments will be deleted. ♡

♡ Obrigada pelo teu comentário! ♡ Por favor escreve de forma adequada e educada. Todos os comentários são moderados, se os mesmo forem impróprios e desnecessários serão eliminados. ♡

© Mercury Rose
Maira Gall